Bem-vindos ao GOT7 Brasil, fanbase brasileira dedicada ao boy group da JYP Entertainment.
GOT7 (갓세븐) é um grupo masculino sul-coreano de hip-hop formado pela JYP Entertainment. Os membros foram vistos pela primeira vez em 6 de setembro de 2013 em um programa da M-Net chamado Who Is Next (WIN). O grupo, com exceção de Youngjae, competiu de igual para igual contra os trainees da YG. A exposição precoce os fez ganhar muitos fãs entre os internautas. Em 24 de dezembro de 2013, JYP anunciou que a empresa iria estrear um novo boy group em janeiro de 2014, dizendo que o grupo seria uma equipe de performance especializada em “martial arts tricking”, que é uma forma de artes marciais que combina acrobacias e b-boying. O grupo teve a sua estreia oficial no dia 16 de janeiro de 2014.



[ENTREVISTA] DVD da Turnê Japonesa 2016 “MORIAGATTE YO” no Makuhari Messe

imdENT 2016 moriagatte yo tour

Entrevistas Solo

P. Seus pensamentos sobre a turnê?

JB: “Com a turnê passada como nossa primeira experiência (no Japão), eu acho que teve muitas partes não familiares. Mas dessa vez é diferente. Nós quisermos fazer um show agradável, o que mostra exatamente como você pode facilmente ver pelo set list completo. Teve muitas músicas com uma vibe legal na nossa última turnê, mas dessa vez difere um pouco no que adicionamos novas coisas como uma atmosfera mais festiva onde você pode ficar animado no decorrer das músicas. Entretanto, a coisa mais importante é comparar com a turnê anterior, essa agora tem mais músicas em japonês o que permitiu o público se sentir mais íntimo (com as nossas performances) mais facilmente. Eu acho que isso faria todo mundo mais feliz.”

Yugyeom: “Primeiro de tudo, em comparação com a turnê anterior, eu acho que todos os membros ficaram mais e mais maduros com o passar de cada música e performance. Eu tenho a sensação que nosso japonês também melhorou um pouco, e nosso trabalho em equipe melhorou muito.”

Jackson: “No meu caso, eu não consegui fazer contato visual muito bem com os fãs que estavam sentados na minha frente antes. Tudo o que eu fiz foi olhar para baixo, olhar para as câmeras ou só encarar qualquer lugar menos as pessoas que estavam me olhando. Mas sendo que eu deveria me mostrar para eles nessas performances, eu vim a acreditar que olhá-los nos olhos é também uma coisa muito importante que chamamos de “comunicação”. Eu também tive uma percepção como essa.”.

P. Pessoalmente, qual sua música favorita?

Mark: “A minha é “Yo Moriagatte Yo”. É uma música super upbeat, e pode ser como a música mais excitante para deixar nossa performance pegando fogo. Essa música foi escrita por nosso Wooyoung hyung com o propósito de nos proporcionar muita diversão no palco. A coreografia feita para ela é ótima, e a música mesmo dá uma sensação boa, é por isso que eu gosto dela mais. Eu acho que é a música com maior impacto no palco. Como é a primeira música que abre o show, graças à tensão do começo, ela é hábil de nos erguer logo em seguida. Mas uma música como essa também nos leva de uma grande quantia de estamina, ao ponto onde ficamos frustrados “O que deveríamos fazer (como prosseguir) na próxima música?”. É uma música super animada. Durante essa música os fãs podem dançar junto conosco, e criar uma atmosfera super agradável também.”

P. Você usa a experiência nas outras atividades, como atuar, para se aperfeiçoar nas atividades do GOT7?

Junior: “Eu não sei muito sobre o mundo do entretenimento, mas eu acho que toda atividade tem uma conexão entre si. Atuar na frente das câmeras e estar em cima de um palco na frente de um público, no qual tudo que você faz vai ser também refletido nos olhos deles, devem definitivamente ter algo em comum. Graças à minha experiência como ator, minha habilidade de focar melhorou bastante, como quando eu atuo há apenas eu, fazendo isso sozinho, mas quando eu volto do trabalho como parte do GOT7, eu vejo o quão feliz eu sou por ser capaz de ver os membros de volta e isso me faz valorizá-los mais e mais. Isso me permite sentir um inesperado charme sobre estar em cima dos palcos. Eu me sentiria paralisado ao ponto de não saber mais o que fazer se eu só fizesse uma coisa (performar no palco ou atuar). Mas quando eu volto para o palco depois de atuar, me dá uma sensação refrescante. E vice versa, quando eu volto a atuar novamente, de algum jeito eu consigo sentir melhor o lado fascinante de estar em um drama. Eu sou realmente grato pelas chances que me deram de atuar e performar assim. Como GOT7, eu agora sou capaz de aproveitar muito mais do que antes estar nos palcos, então eu acho que de agora em diante eu consigo também me apresentar na frente dos outros com mais confiança.”

P. Você está trabalhando duro todos os dias para melhorar suas habilidades de canto e dança?

Yugyeom: “Eu me sentiria muito feliz de ser capaz de receber tais palavras como “Você se tornou melhor!” ou “Você é tão bom”. Com essa motivação eu posso definitivamente trabalhar cada vez mais duro para melhorar minhas habilidades, ao ponto de me fazer pensar “Eu tenho que me empenhar mais e mais!”. A fim de receber novamente elogios na próxima vez em que eu encontrar aquela pessoa, não tem melhor jeito do que melhorando minhas próprias habilidades, não? É por isso que eu sempre trabalho duro para me aperfeiçoar. Apesar da personalidade sábia, eu sou o tipo que não consigo fazer se não estou aproveitando, independente do mérito. Por outro lado, se eu gosto do que eu faço, eu vou com isso até o fim. É isso que eu chamo de dançar, cantar e performar. Para mim no presente, dançar e cantar são as coisas que mais gosto. É por isso que sempre que danço ou canto, de algum modo eu me livro de qualquer pensamento obstrutivo (ou completamente ignoro tudo em volta). Eu regularmente digo que meu espírito em dançar/cantar é tão alto que não sobra qualquer espaço para calmaria. Mas eu realmente amo muito cantar e dançar. Não importa o quanto eu tente, eu simplesmente não consigo ficar parado.”

– Sem pergunta 
Jackson: “Eu nunca pensei em mim como um animador. É só que quando nós sete ficamos juntos eu posso agir mais perto do meu natural, e me ajusto em um relacionamento onde os vejo como amigos próximos ou minha própria família. Eu sinto que estar com eles me deixa naturalmente feliz. Ao invés de ver eu mesmo em um papel de “animador”, é mais como se eu fosse eu mesmo. Eu nem mesmo penso nisso. O que nós pensamos constantemente é em como ficar feliz, ou coisas óbvias que envolvem nossas habilidades como canto, dança e rap – como “O que devemos fazer para ultrapassar nosso estado atual?”, “Como deveríamos fazer para mostrar mais das cores do GOT7?”. Nós devemos achar o que nos falta e refletir sobre, e estar sempre se esforçando como se nunca fosse o suficiente para estarmos satisfeitos. Essas são as coisas nas quais nós GOT7 pensamos regularmente. Eu não tenho nem tempo de me preocupar com pensamentos como “Eu tenho que deixá-los felizes porque eu sou o animador”.”

P. Qual seu método para aprender a língua japonesa?

Youngjae: “Eu não tenho algo que possa ser chamado de método de aprendizagem. Eu só falo mesmo sabendo que não consigo falar bem, em todo caso só falo. Entretanto, não é que eu continue falando porque tenho confiança em mim mesmo, mas sim com o objetivo de ser criticado pelos erros que cometo para ser capaz de me lembrar das palavras corretas deles. Depois disso eu continuarei falando de novo. É isso que chamamos de aprender por memorização. É essencial tentar falar bastante sem se deixar limitar pelo constrangimento. Apenas fale e cometa erros, então por esses erros você consegue se lembrar do que está errado e o que está correto e então fale de novo. Repetir essa rotina é a coisa mais importante. Eu estou aprendendo japonês assim. Mesmo sabendo que não sou bom nisso, eu não me importo nem um pouco e continuo falando.”

P. Você tem algum tipo de conselho para os fãs que estão aprendendo coreano?

Youngjae: “Para todo mundo que está fazendo seu melhor em aprender coreano, por favor, façam do mesmo jeito que eu aprendo japonês! Se você está atualmente aprendendo a língua, deve ter muitos professores e aqueles que são melhores que você a sua volta, entretanto, o ponto é, quando você tentar falar com eles, os professores vão definitivamente rir ou fazer caras estranhas e etc. Eles te darão uma reação e vão te dizer onde você cometeu erros. A chave é que você deve se lembrar (dos erros) e usar o modo correto a partir de então. Não simplesmente fazendo erros sem pensar, mas cometendo erros, aprendendo da maneira certa e continuando a falar, se você conseguir fazer isso repentinamente e começar a aprender direito, você com certeza vai se tornar bom nisso”

P. Alguma coisa mudou em comparação à turnê anterior?

Bambam: “Quando nós estávamos no palco do ZEPP, emocionalmente nos sentimos pouco tranquilos. Desde então, como esse já é o segundo ano com nossos fãs japoneses, eu tenho o sentimento que nós crescemos ao ponto de saber bem o que eles gostam e o que não gostam. Nós e nossos fãs acabamos por conseguir nos entender melhor. Como nos sentimos mais relaxados no palco, fazer um show ao vivo parece mais fácil. É igual quando encontramos nossos fãs nos eventos de Hi-touch. Tudo ficou mais fácil e relaxante para nós em comparação a antes. Eu estou realmente feliz que pudemos fazer uma turnê proveitosa, do fundo do meu coração. Eu não tive a chance de falar sobre o meu objetivo ainda no Japão, sendo que já falei sobre isso na Tailândia e na Coreia antes. Deixando de lado objetivos como o primeiro lugar ou o Tokyo Dome, eu tenho um objetivo que quero alcançar não importa como. O objetivo é, eu quero quebrar o muro que existe entre nós, os artistas, e nossos fãs, eu quero fazer esse muro desaparecer e me tornar mais próximo dos meus fãs. Claro que isso teria que ser feito com uma limitação, mas eu acho que é algo essencial diminuir a distância que existe entre nós. É claro que irei trabalhar duro para deixar isso possível enquanto eu ainda puder respeitar a regra e exigir o mínimo de distância. Fazendo isso, eu acho que posso me tornar mais próximo dos meus fãs.”

P. O que você deve manter na cabeça enquanto cumpre seu trabalho de líder?

JB: “Pensando nisso agora, eu sinto que venho fazendo meu trabalho como se eu não tivesse responsabilidade nenhuma no passado. Mas agora, de algum jeito… Em tudo que eu faço, o pensamento que eu tenho de sempre fazer tudo com um senso de responsabilidade e de assumir a liderança para os meus membros seguirem se tornou mais forte. Para mim, a coisa mais importante para se estar atento é cuidar das coisas que meus membros não percebem com antecedência. Embora eu continue não sendo bom nisso, minha responsabilidade é prestar muita atenção em situações para que não deixemos passar nada sem os membros estarem avisados sobre. Essa é a coisa mais importante para ter em mente. Entretanto, no palco, mais do que pensar na posição de um líder, eu sinto que estou mais inclinado a pensar em como expressar a mim mesmo. A razão é que, embora nos trabalhemos como uma equipe, em certos momentos, como durantes as músicas e coreografias definidas para cada pessoa, todo mundo tem diferentes métodos de se expressar. Eu vejo como meus membros também se expressam, mas eu sempre penso em qual método eu deveria usar em mim mesmo. Nesses casos onde tem um membro muito adiante da direção que é esperada, se tem uma expressão que está fora do lugar, nós diremos nossas preocupações como “Essa expressão está boa?” e discutiremos juntos.”

P. Sobre o momento em que você não pôde continuar no palco devido a más condições de saúde durante o segundo show em Nagoya.

Jackson: “Eu só pude me sentir extremamente arrependido e culpado naquele momento. Foi por causa da minha saída… Normalmente, na sessão de conversação, cada um de nós estava no comando de certo papel. Mas como eu de repente tive que sair, deve ter sido um problema para os membros. Eu continuava pensando “O que devo fazer?”, isso aconteceu porque fui negligente em cuidar da minha própria condição de saúde, isso me fez sentir muito sobre isso… Eu realmente senti muito. Meu sentimento é de total arrependimento, mas ao mesmo tempo me sinto agradecido também. Eu fiquei muito tocado, pois apesar de eu não estar mais no meio da sessão de conversação, os outros seis continuaram cuidando da sessão suavemente. Naquele momento, eu de novo fui capaz de sentir o forte trabalho de equipe entre nós sete, o GOT7, e eu estava tocado com isso. Então eu tive o pensamento que não importa o que aconteça, nós sete enfrentaremos juntos. Não é um pensamento audacioso, naquele momento eu realmente me senti assim.”

Relembrando o último discurso do JB no ZEPP em Nagoya 
“Hoje é o último dia da nossa turnê ZEPP. Eu também trabalharei duro para nossa turnê final no Makuhari Messe. Por favor, continuem nos apoiando! Hoje Jackson não pôde estar em perfeitas condições de saúde e teve meio que se ausentar durante a parte do encore. Sentimos muito sobre isso. Jackson não pode nem ao menos estar aqui conosco para o discurso de despedida, para nós é muito lamentável. Mas, por favor, não se preocupem demais! Nós, o GOT7, faremos o nosso melhor até o fim, então por favor eu conto com sua torcida e seu apoio. Hoje nós sentimos muito.”

P. O sonho do GOT7

Jinyoung: “Meu sonho como GOT7… No começo, eu sempre dizia “Para ganharmos o primeiro lugar custe o que custar”, “Vamos nos tornar os melhores do mundo”, mas minha visão mudou um pouco. Claro que ganhar o primeiro lugar e ser o melhor do mundo seria bom, mas eu quero fazer a música do GOT7. Se vocês amarem as coisas que nós fazemos, eu vou ser extremamente agradecido. Eu realmente quero fazer nossos shows em lugares grandes, como arenas ou o Tokyo Dome, como nossos sunbaes do 2PM fizeram. Mais do que isso, e mais do que tudo o que eu sempre quero fazer é olhar para todo mundo do palco. Eu desejo que eu possa estar junto de todos para sempre. ”

Youngjae: “O sonho em frente, à medida em que continuemos com o GOT7: Ganhar o primeiro lugar no momento em que lançarmos nossa música nova. Para mim, apenas isso é o bastante. Além disso eu não preciso de mais nada. Eu espero que todo mundo possa explodir de felicidade dizendo “A música do GOT7 finalmente saiu”, e logo nesse momento nossa música atinja o topo das paradas musicais. Imagine – ganhar o primeiro lugar no mesmo momento em que nossa música é lançada. Se isso acontecer eu ficarei muito feliz. Seria a grande felicidade do GOT7! Porque isso seria a prova da impaciência de todo mundo por nossa música, coisa que prova que somos conhecidos por muita gente. Isso é o que um artista conhecido e esperado por todo mundo tem que ser. Eu quero que nós nos tornemos em geral um grupo de esperados artistas. Eu só preciso que nossa música ganhe o primeiro lugar no momento em que sair, e nossos fãs ficarão “A música do GOT7 foi lançada, você tem que ouvir! Você tem que assistir o MV!”. Seria uma grande felicidade se pudéssemos alcançar esse sonho.”

Mark: “Como os nossos membros sempre dizem, eu quero que tenhamos atividades por um longo tempo. Por agora é só a turnê ZEPP, mas no futuro nós gostaríamos de fazer nossa turnê em lugares maiores e sermos capazes de compartilhar a diversão com os fãs do palco.”

Bambam: “É claro que eu quero que ganhemos o primeiro lugar. E tem mais uma coisa que nos faz parecer comuns – Eu quero que a gente seja reconhecido por todo mundo e que sejamos populares aonde quer que formos, eu quero que nossos shows possam ser vistos por muitas pessoas. Quando nossas novas músicas saírem, eu desejo que todo mundo goste delas. Nosso objetivo é apenas coisas simples assim.”

Jackson: “Minha felicidade é sempre ser capaz de mostrar para todo mundo nossas cores e ficar com todos para sempre. Nós sete, sempre lado a lado. “7 ou nunca”, ou “7 ou nada”. Eu quero mostrar para todo mundo o significado disso: Se não tem nós 7, não terá GOT7. Como nós GOT7 sempre estaremos um do lado do outro, eu espero que todo mundo também fique conosco para sempre.”

Yugyeom: “O melhor grupo idol do mundo! Eu quero que sejamos mencionados como “Ah, é o GOT7. Eles são tão legais!” Onde quer que formos, sermos reconhecidos ao redor do mundo. Seria ótimo ter pessoas pensando “Nós queremos nos tornar cantores como o GOT7”, mas eu acho que isso deve ser uma coisa super difícil de conseguir. Mas se tornar a inspiração de alguém, algo como isso é incrível, não é? Esse sonho é muito grande para nós? Haha, mas como estamos falando de sonhos… Nos tornarmos o melhor grupo idol do mundo.”

JB: “O futuro sonho para o GOT7… Eu só quero que continuemos a trabalhar duro de agora em diante também, e estar cada momento preparados. Não significa que não estamos trabalhando duro agora. Agora no presente, mais do que nesse momento, eu quero que sejamos uma equipe que consegue fazer tudo com o máximo de esforços. Eu quero que sejamos uma equipe que mostre a paixão que só o GOT7 tem, ser capaz de mostrar que “O GOT7 tem um tipo de entusiasmo que não pode ser achado em nenhum lugar fora neles mesmos.”.

Cr. DVD da turnê 2016 “MORIAGATTE YO” no Makuhari Messe
Tradução jpn-eng: Synesth
Tradução eng-ptbr: Ellen GOT7 Brasil