Bem-vindos ao GOT7 Brasil, fanbase brasileira dedicada ao boy group da JYP Entertainment.
GOT7 (갓세븐) é um grupo masculino sul-coreano de hip-hop formado pela JYP Entertainment. Os membros foram vistos pela primeira vez em 6 de setembro de 2013 em um programa da M-Net chamado Who Is Next (WIN). O grupo, com exceção de Youngjae, competiu de igual para igual contra os trainees da YG. A exposição precoce os fez ganhar muitos fãs entre os internautas. Em 24 de dezembro de 2013, JYP anunciou que a empresa iria estrear um novo boy group em janeiro de 2014, dizendo que o grupo seria uma equipe de performance especializada em “martial arts tricking”, que é uma forma de artes marciais que combina acrobacias e b-boying. O grupo teve a sua estreia oficial no dia 16 de janeiro de 2014.



Tag: ‘revista sure’
[ENTREVISTA] Junior e Youngjae na Edição de Agosto de 2016 da Revista Sure

jr yj - sure 2016 cr GGOONERR_

Junior e Youngjae do GOT7 passaram sua infância, respectivamente, em Kyungnam, Jinhae, e Junnam, Mokpo. Antes do debut, Junior foi repreendido com palavras significativas do seu pai, dizendo “Se você fizer coisas assim, você não terá sucesso em nada”, enquanto Youngjae cantava em uma academia de música, que não existia em grande número em Mokpo, e suportaram seu tempo antes de se tornarem GOT7. E agora os dois estão no palco em Seul, Tailândia, Japão e muitos outros países. “Às vezes, eu penso “Tem vezes que é surpreendente.” Quando eu olho para trás e penso em como eu cheguei sozinho de Mokpo e agora fico no palco. Como isso aconteceu comigo?” Youngjae disse enquanto tirava pepinos do sanduíche na sua frente. “Não, não é que eu sou exigente, eu só não posso comê-los porque sou alérgico”, Youngjae explicou rapidamente para que as pessoas não o interpretassem mal. Esses dias, os idols têm que suportar tanto gritos como críticas das pessoas, então parece que Junior e Youngjae estão se tornando mais como adultos, mas por outro lado, eles ainda são como crianças.

(more…)



[ENTREVISTA] Mark e Jackson na edição de dezembro de 2015 da revista SURE

REALIDADE EM MOVIMENTO
Jackson e Mark (GOT7) – Diferentes, mas o mesmo

4[HQ] Markson SURE

O dia em que conhecemos Jackson e Mark, do GOT7, era dia de vestibular. Era também o dia em que outro membro do grupo, Yugyeom, fazia sua prova. Pensando nisso, para aqueles dois jovens estrangeiros que não sabem o que é a febre dos vestibulares, ou até mesmo não conhecem um cartão de respostas, eles também passaram por testes tão difíceis quanto os feitos para entrar em universidades. O mais difícil na vida do Jackson seria “debutar”. Jackson, que era da equipe nacional de esgrima em Hong Kong, teve de parar algo em que ele era bom e ir para a Coreia. Ter que desistir (da esgrima) foi triste, mas ele ouviu “se você continuar assim, você terá que voltar para Hong Kong” muitas vezes. Portanto, ele superou com o tempo. Foi o mesmo para Mark, que veio dos Estados Unidos. Ele escolheu ‘audição JYP’ como o teste mais difícil de sua vida. “Porque eu estava tentando algo que nunca tinha feito antes. Foi muito difícil e assustador.” Assim, GOT7 debutou em 2014 e lançou álbuns como , e , e com ‘If You Do’ eles ganharam seu #1 pela primeira vez. “Se não ganhássemos #1 com esse álbum, eu sinceramente teria ficado um pouco deprimido,” Mark disse, aliviado. “Sabe, é como estar num elevador, não sabendo quando e qual andar você vai descer. Mas esse ano parece que passamos o estágio do ‘qual andar’. Atualmente, estamos subindo,” disse Jackson. E, depois, ele adicionou, “claro, você não sabe se o elevador vai quebrar em algum momento,” e riu, brincando. No complicado mundo do entretenimento, onde novos ídolos debutam toda vez que você acorda, esses dois são puros.

É a primeira vez que os outros membros não estão por perto e só tem vocês dois.
Jackson: É a primeira vez que estamos tendo uma sessão de fotos só nós dois. Ainda assim, somos próximos desde os nossos dias de trainee. Todos sempre dizem ‘Mark está (sempre) perto do Jackson, e Jackson está (sempre) perto do Mark’. Como nós dois somos de fora (do país), quando as pessoas ainda não estavam acostumadas com nossos rostos, havia várias que me chamariam de ‘Mark’.

Mas vocês dois são completamente diferentes. Na aparência. Na personalidade.
Mark: Eu sou quieto e introvertido, mas Jackson é um homem completamente masculino. E ele fala bastante, também.

Vendo como vocês são próximos um do outro e estão sempre juntos em todo lugar, há aspectos que vocês combinam bastante, certo?
Jackson: Como temos personalidades diferentes, nós completamos as lacunas um do outro. Eu faço muitas piadas. Às vezes eu deveria ser um pouco mais apropriado, mas nas vezes que não tomo cuidado, Mark hyung vai me dizer para parar.
Mark: Ao contrário disso, Jackson cuida bem de mim. Por exemplo, quando temos uma transmissão e eu não falo muito, ele pede (para eu falar).
Jackson: No começo, ele era tão misterioso e continuava sendo quieto, mas aparecia tão pouco (nas transmissões)!

Haha. Parece que o relacionamento entre vocês foi criado para ser inseparável. Durante ‘If You Do’, parece que foi o período de promoção que trouxe mais resultados.
Mark: Eu realmente gostei.
Jackson: Eu acho que é um álbum que mostra melhor nosso estilo. Acho que para ser um bom álbum, o conceito, coreografia e clipe precisam se tornar um só. Dessa vez, todos os três combinaram muito bem.

A versão repackage do álbum está saindo, mas vocês já estão praticamente no final das promoções. No entanto, para ídolos, quando você desaparece aos olhos dos fãs locais, vocês não estão descansando. Ainda tem as atividades internacionais. Vocês não acham que não têm tempo para descanso?
Jackson: Em vez de não podermos descansar, nós não queremos descansar. Eu penso ‘tenho algo para fazer, como descansar?’
Mark: Precisamos continuar trabalhando. Até que fique bom.

Vocês não estão lentamente se tornando melhores (ficando bons)?
Jackson: Eu não sei. Parece que não dá para ficar satisfeito. Acho que quando ficamos satisfeitos, paramos (de por esforço).

Isso não é uma resposta (ensaiada) típica de um ídolo?
Jackson: Ainda assim, é verdade.

Faz mais ou menos um ano e meio desde que o GOT7 debutou. O que vocês aprenderam durante esse período?
Jackson: Que sempre precisamos estar nervosos. Porque muitas pessoas acreditam que viver como um ídolo é uma competição. Teve muitos grupos que debutaram nesse um ano. Nós também estamos vivendo nesse ambiente. Acho que se você perde seu nervosismo por um momento, é possível que você perca a capacidade de competir.
Mark: Exatamente. É por isso que temos que, constantemente, tentar algo novo.

Como mencionado, estamos numa era onde toda vez que acordamos, temos um novo grupo. Vocês não acham que (isso) é muito duro?
Jackson: Não. Vivendo nessa atmosfera intensa, você sempre melhora suas habilidades.
Mark: Você lentamente se acostuma, então está tudo bem. Como a indústria de entretenimento funciona, você entende como o sistema funciona; nós temos empatia com aqueles que fazem as mesmas coisas que nós e damos bastante encorajamento por apoiá-los.

Isso é positivo da parte de vocês. Houve algum estresse ou algo que vocês sentiram dificuldade ultimamente?
Jackson: Cuidar do meu corpo. Se eu quero continuar trabalhando com isso por mais tempo, eu preciso ser saudável, certo? Eu sou jovem agora, mas penso ‘será que terei a capacidade de dançar como Park Jinyoung PDnim em 20 anos?’. Quando penso isso, eu penso em como preciso começar a me exercitar agora e comer comida orgânica.
Mark: Eu fico um pouco estressado quando penso muito no futuro. Também penso no que vou ser capaz de fazer bem quando for mais velho. E também penso na minha família nos Estados Unidos. Estou, cada vez mais, pensando em como o presente é precioso.

Você às vezes sente medo do presente?
Mark: Sim. Eu penso ‘será que eu fiz algo errado’, ou ‘estou cuidando bem da minha imagem?’ – tenho esses medos.

Especialmente para celebridades, já que uma palavra pode dar a volta como um bumerangue.
Jackson: Ainda assim, eu não tenho tanto medo. Eu costumava ser sensível com até mesmo uma única palavra que alguém falasse, mas (agora) acho que não posso continuar vivendo a vida ouvindo as pessoas. Acho que não posso ser muito influenciado pela opinião de outra pessoa. Estou vivendo em cima dos meus próprios padrões para não fique tão estressado. Se minha família está feliz, e as pessoas que eu amo estão saudáveis, isso é tudo o que importa.

Vocês querem se tornar mais reconhecidos?
Jackson: Claro! Ainda agora, quando vamos ao aeroporto, tem muitas pessoas que não sabem quem somos. Elas perguntam ‘quem são eles?’.
Mark: Ser mais reconhecido é ter mais pessoas ouvindo nossa música. Isso é ser bem reconhecido.

 

*Clique aqui para ter acesso às fotos em HQ.

Cr. Revista SURE (Ed. Dezembro de 2015)
Cr. pelas fotos: Revista SURE; Facebook Oficial do GOT7; Oh My GOT7 Forum
Tradução kor-eng: haetbitmark @ Oh My GOT7 Forum
Tradução eng-pt br: Hels @BrazilGOT7
Revisão: Micheli @BrazilGOT7



[HQ] Mark e Jackson para a Revista SURE, edição dezembro de 2015.
Cr. Revista SURE (Ed. Dezembro de 2015); Facebook Oficial do GOT7; Oh My GOT7 Forum